domingo, 28 de agosto de 2016

Carreta tomba e mata dezenas de bois. Este é o quarto acidente em Monte Alegre de Goiás


Uma carreta carregada de dezenas de bois tombou na GO-118, próximo à cidade de Monte Alegre de Goiás, nordeste de Goiás, numa curva conhecida na região como "curva do Rio Sucuri". 

O acidente ocorreu por volta das 21h de ontem, sábado (27).  

O veículo, que pertencia ao Grupo Honorato, segundo informações, descia do município de Taguatinga (TO) e transportava o gado para uma outra fazenda, na região nordeste de Goiás. 

O motorista, de acordo com testemunhas, sofreu apenas ferimentos leves e foi levado para um hospital na cidade de Campos Belos (GO).

Já os animais, novamente, pagaram pela irresponsabilidade. 

O número não foi divulgado, mas dezenas morreram na hora e outros tantos foram sacrificados. 

Quem passava pelo local no momento do acidente, não deixou de ouvir os urros de sofrimento e dor dos bichos. 

Este é quarto acidente registrado próximo a Monte Alegre de Goiás, em pouco espaço de tempo. 

Três deles apenas na curva do Sucuri. Um deles foi registrado na curva da taboca, no outro extremo da cidade. 

Moradores informam que a responsabilidade pode ser quase que atribuída à Agência Goiana de Transporte e Obras de Goias ( Agetop), órgão público que cuida das rodovias estaduais. 

"Não existem placas de sinalização; redutores de velocidade, guard rails. Ou seja, falta o básico de sinalização nesta rodovia", reclama o morador. 

A propósito, outro ponto perigosíssimo que está sem qualquer sinalização é a "Curva do Caixão", há 10 km da cidade de Teresina de Goiás, no sentido Tocantins. 

A curva, que já matou dezenas de pessoas, ocorre logo após uma descida de alta velocidade. 

Depois da reconstrução da GO-118, a Agetop simplesmente esqueceu de colocar as placas sinalizadores de "curva perigosa" e os redutores de velocidade que existiam no local. 

Para quem conhece o perigo da Curva do Caixão, desce a rodovia já reduzindo a velocidade. 

Já para quem passa por ela pela primeira vez, a possibilidade de cair no desfiladeiro e sofrer um gravíssimo acidente é muito grande. 

A pergunta é: o que os técnicos e gestores da Agetop têm feito, se não cuidam do mais básico e urgente?    

O certo é que pessoas e animais têm perdido a vida todos os dias por conta dessa grande irresponsabilidade. 


Imagens e informações: Jovan Vieira e Gustavo Ribeiro

Militares do Exército são presos transportando 3 toneladas de drogas em caminhão da Força


Dois militares do Exército de Campo Grande foram preso em flagrante transportado três toneladas de maconha em um caminhão oficial blindado do 20º regimento. 

O caso aconteceu na madrugada de hoje (28), na Rodovia Anhanguera, em Campinas São Paulo.

Os cabos Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho foram detidos após trocarem tiros com policiais do Denarc ( Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de São Paulo.

O terceiro integrante, que está foragido, foi identificado como Simão Raul e conseguiu escapar em um veículo que dava apoio aos militares.

Conforme o Comando Militar do Oeste, o caminhão estava parado para manutenção e saiu na sexta-feira com a documentação de outro veículo. Os militares receberiam cerca de R$ 30 mil pelo transporte. 

Houve confronto entre os militares e a equipe do Denarc (departamento de combate às drogas), da Polícia Civil de São Paulo, na rodovia Anhanguera, na região de Campinas. 

Um militar que participava da ação conseguiu fugir. Suspeita-se que ele tenha sido ferido no tiroteio. 

Dois outros suspeitos civis que participavam do transporte da droga também foram presos. Eles estavam em um Fiat Uno dando apoio aos militares. 

O Exército ainda não se manifestou sobre o ocorrido e  comando informou que vai abrir inquérito Policial Militar para a apurar o fato. O caso deve ir parar na Justiça Militar Federal. 

Fonte: Campos Grande News

Governo Temer suspende programa nacional de combate ao analfabetismo

Com uma das piores taxas de analfabetismo da América do Sul e sem cumprir compromissos internacionais na área, o Brasil interrompeu o programa federal que ensina jovens e adultos a ler e escrever.
Ao todo, 13 milhões no país não sabem decifrar nem um bilhete simples, o equivalente a 8,3% da população com 15 anos ou mais. Esse contingente era alvo do Brasil Alfabetizado, executado por Estados e municípios com verba do governo federal.
O Ministério da Educação afirma que o programa está em execução, mas prefeituras e governos estaduais relatam um bloqueio no sistema da pasta que impede o cadastro de alunos -o que inviabiliza o início de novas turmas.
A interrupção do programa foi confirmada pelo ministério a uma cidadã que o questionou sobre o tema por meio da Lei de Acesso à Informação. "Até o momento não há previsão de reabertura do Sistema Brasil Alfabetizado para ativação de novas turmas", respondeu, em junho, a pasta chefiada pelo ministro Mendonça Filho (DEM).
Atualmente, só os alunos cadastrados antes desse bloqueio do sistema estão frequentando as aulas. De acordo com o ministério, são 168 mil no atual ciclo, iniciado em outubro do ano passado.
O número explicita o encolhimento do programa. Relatórios da pasta mostram que, até 2013 (dados mais recentes), eram ao menos 1 milhão de atendidos ao ano.
NORDESTE
A Folha indagou a todos os governos do Nordeste, onde estão 54% dos analfabetos do país, sobre a situação do Brasil Alfabetizado.
Sete dos nove Estados da região responderam, e relataram, no mínimo, expressiva queda de atendimento desde o bloqueio do programa e, nos piores casos, o fim dos cursos de alfabetização.
"Começamos a inserir os nomes dos alunos em maio, mas, no início de junho, o MEC avisou que o sistema tinha sido fechado", diz Tereza Neuma, diretora de políticas de Educação de Alagoas.
Alagoas tem a maior taxa de analfabetismo do país
"As aulas começariam em setembro, mas suspendemos o processo após o bloqueio, em junho", afirma Janyze Feitosa, gestora local do programa em Pernambuco.
"Em 2016, devido à suspensão do Programa Brasil Alfabetizado pelo MEC, as atividades letivas ainda não tiveram inicio", disse a secretaria de Educação do Ceará.
Os governos de Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia também relataram redução e descontinuidades dessa ação.
Criado em 2003, o programa é elogiado pela dimensão e capilaridade, mas é criticado por seu índice de eficácia.
Documento deste ano feito por um grupo que incluiu o Ministério da Educação aponta uma taxa de alfabetização de 47% a 56% dos alunos.
"É uma política grande, mas demonstrou dificuldade de fazer com que o aluno voltasse a estudar", diz Roberto Catelli, um dos autores do texto e coordenador de Educação de Jovens e Adultos da ONG Ação Educativa. A pouca integração com a EJA (antigo supletivo) é uma das explicações para resultados negativos do programa, ao lado da baixa qualificação de educadores.
O sistema de gestão também chegou a ter uma interrupção pontual em janeiro.
Os problemas deixam o Brasil ainda mais atrasado no compromisso assumido em conferência mundial, em 2000, de chegar a 2015 com uma taxa de analfabetismo de 6,7%. No atual ritmo, só chegara à meta em 2022.

Homem é encontrado morto com faca cravada no pescoço em Joselândia

Na madrugada de sábado (27), foi assassinado no povoado Barragem, município de Joselândia (MA), o servidor público municipal identificado como Gilvan Gomes Costa, mais conhecido pelo apelido de "Nego." Segundo informações da Polícia, Gilvan morava sozinho e foi encontrado com uma faca cravada no pescoço. A polícia investiga o caso.
Em decorrência do bárbaro homicídio, os comitês de campanha de campanha dos candidatos a prefeito Biné (PDT) e Raimundo Zuca (PSDB) devem suspender as agendas neste sábado.



Depois de ferido, homem esfaqueia a mulher, a sogra e a cunhada em Trizidela do Vale, Maranhão

Na tarde de sábado, 27, uma briga doméstica na região da Baixada terminou com quatro pessoas feridas em Trizidela do Vale (MA). Os nomes dos envolvidos não foram repassados ao nosso blog, mas de acordo com informações de moradores, um homem ferido à faca para se vingar,  esfaqueando a própria mulher, a sogra e a cunhada
Segundo relatos colhidos pelo blog , o individuo dormia tranquilamente em casa e acordou alarmado ao levar uma facada nas costas provocada pela esposa. Os nomes não foram informados.
O marido transtornado partiu para cima da esposa armado com a faca que tinha sido ferido. Para proteger a filha, a sogra entrou na frente, o genro, cego de raiva, não pensou duas vezes e meteu a faca nela; também a cunhada tentou proteger a irmã e acabou ferida à faca; em seguida, ele desferiu um golpe de faca na mulher.
Depois da carnificina que resultou em quatro feridos a golpes de faca, a polícia foi chamada e prendeu o homem. As mulheres deram entrada no Hospital de Trizidela do Vale. Nenhum dos envolvidos nessa confusão familiar sangrenta corre risco de morte.

sábado, 27 de agosto de 2016

Marido mata estuprador da esposa e corpo é entregue pela vítima na Delegacia

Corpo de homem é deixado dentro de veículo em frente a delegacia. Mulher levou o corpo do estuprador dentro de uma picape e deixou em frente a delegacia. O caso de homicídio ocorreu na noite deste domingo, 03 de julho, em frente a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Buritis/RO.


De acordo com o apurado, uma mulher acompanhada do irmão foi até a delegacia dirigindo uma picape Volkswagen, modelo Saveiro de cor branca e placa OBW-8107/Buritis-RO e relatou aos policiais civis que dentro de seu carro havia um homem baleado.

Porém, os policiais constataram que Ezequias Rodrigues apresentava perfurações de disparo de arma de fogo, entre elas, no tórax e já encontrava-se em óbito.

Para a polícia, a mulher relatou com riqueza de detalhes que na noite de sábado, 02 de julho, estava transitando pela linha C-14 próximo da Vila União na área rural de Campo Novo de Rondônia quando foi surpreendida por um homem de cara limpa e armado que fez ameaças e a estuprou  e subtraiu sua calcinha, tal estuprador seria Ezequias.
O marido ao tomar conhecimento da violência sexual que sua esposa sofreu, na tarde de hoje foi até Campo Novo de Rondônia e em companhia dela e de seu irmão passaram a procurar pelo estuprador, ocasião em que o avistaram no distrito de Vila União. Na ocasião, o marido e o irmão da vítima de estupro amarram Ezequias e obrigaram este a indicar o local onde residia.

ENCONTRADOS OS CORPOS DE TRÊS BRASILEIRAS QUE ESTAVAM DESAPARECIDAS

Autoridades de Portugal encontraram ontem, sexta-feira (26/08/2016), nas imediações de um hotel para cães e gatos em Tires, na região de Cascais, os corpos das irmãs Lidiana Neves Santana, de 16 anos, e Michele Santana Ferreira, de 28, que são de Campanário, no Vale do Rio Doce (Minas Gerais), e de Thayane Mendes Dias, de 21 anos, natural de Nova Venécia (Espírito Santo). Elas estavam desaparecidas desde fevereiro deste ano. A informação foi divulgada pelo Corpo de Bombeiros de Parede.
Michele Ferreira estava grávida de três meses do brasileiro Dinai Alves Mendes, que segundo informações, atualmente vive em Novo Cruzeiro, no Vale do Jequitinhonha (Minas Gerais). Conforme divulgado pelas autoridades portuguesas, o homem teria confessado à Polícia Federal (PF) brasileira a autoria do triplo homicídio. “O alegado autor [dos crimes] já estava no Brasil e através da investigação das autoridades portuguesas e brasileiras o suspeito foi detido e foi possível localizar os corpos”, explicou o comandante dos Bombeiros de Parede, Pedro Araújo.
O comandante explicou que outros poços da mesma localidade já tinham sido investigados, mas que nenhum corpo tinha sido encontrado até então. A informação que as autoridades obtiveram na sequência da detenção de Dinai motivou a operação desta sexta-feira (26/08).
Segundo informações, Michele já morava em Portugal há mais de oito anos. Lidiana juntara-se a ela em São Domingos de Rana, Cascais, em 29 de novembro de 2015, e Thayane em 28 de janeiro de 2016.
Na mesma localidade, morava Dinai Alves Gomes, ex-funcionário do hotel de cães e gatos em Tires. Após o desaparecimento das três jovens, o homem voltou para o Brasil (onde tem um filho com outra mulher) sem dar informações aos patrões, conta uma amiga das vítimas.
Nos últimos meses, a família e os amigos das três jovens encontradas mortas tinham usado o Facebook para apelar à procura das mulheres em causa e de Dinai Alves Gomes. As autoridades brasileiras chegaram mesmo a suspeitar que os desaparecimentos estivessem ligados ao tráfico internacional de pessoas.

O namorado de Michele tinha explicado à mãe dela que as três mulheres estavam bem e que iriam estudar para Londres, Reino Unido. Dinai contou que Michelle se demitira e tinha desativado a sua conta no Facebook para não ser encontrada pela ex-patroa, uma história na qual a família da jovem não acreditou. Segundo os familiares, uma amiga tinha contado que o namorado costumava ser agressivo com a brasileira.

Mãe denuncia caso de estupro em escola de Rio Verde

A mãe de um garoto de seis anos denunciou à polícia um suposto caso de estupro contra seu filho, em uma escola da cidade.
Em fevereiro deste ano, a criança passou a apresentar um comportamento estranho, logo após ser matriculada em uma escola da rede municipal. Mas para a mãe, a criança dizia que estava apanhando de um colega.
Na semana passada, a criança finalmente contou tudo para a mãe e disse que uma tia da escola o levava para um cantinho e ficava colocando o dedo em seu bumbum.
A criança disse que a tia fazia cara de boazinha, quando estava indo ao cantinho. Na última sexta-feira, dia 19 de agosto, a criança recusou a ir para o cantinho, mas disse foi empurrada pela tia para o tal cantinho.
A mãe disse à polícia que seu filho já foi violentado sexualmente por duas vezes, sendo uma pelo seu ex-marido e outra pelo irmão. A Polícia Civil está investigando o caso.
 Fonte/Texto Wanderson FLY

Amante teria motivado assassinato de Mc Daleste e caso é reaberto

Segundo matéria do Portal R7, dois meses após o encerramento da investigação policial sobre o assassinato do funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, o Ministério Público pediu a reabertura do caso. O cantor foi morto com tiro na barriga quando fazia um show em Campinas, no interior de São Paulo, em julho de 2013.
O pedido de reabertura foi feito pela advogada do caso, Patrícia Vega, com base em novas provas. Conversas gravadas que chegaram de forma anônima até a defensora sugerem que integrantes da equipe do cantor conheciam o real motivo do crime.  Logo após entrar com o pedido, Patrícia foi substituída por outros representantes legais.
A reportagem teve acesso com exclusividade aos 15 áudios que foram entregues ao Ministério Público e entrevistou o homem que faz as revelações (a identidade dele foi preservada). Nas gravações, foi suprimida a fala de um dos interlocutores.
O homem contou que, no dia do crime,  Marcelo e Rodrigo, cunhado e irmão de Da Leste respectivamente, disseram durante discussão que o motivo do assassinato teria sido uma mulher: “Falei pra vocês não mexer com aquela menina que ia dar rolo. Olha só no que deu. Agora quero ver”(ouça abaixo).
Em outro trecho se ouve: “Todas as amigas da menina sabem que o Da Leste ia lá e ficava com ela. E aí o traficante foi, se apaixonou por ela. Tirou ela da zona, deu casa, deu carro, deu tudo. Só que o Da Leste continuou conversando com ela escondido”.
Uma das declarações mais graves indica que o irmão e o cunhado do cantor sabiam de tudo e ocultaram a informação intencionalmente para proteger seus respectivos casamentos: “Acha que os dois vão contar sendo que o Marcelo é casado com a irmã do Pet, do Da Leste. Vai contar que os caras não sai da zona atrás de mulher”.
“O Pet (irmão) e o Marcelo (cunhado) sabiam porque quando o Da Leste tomou o tiro e os dois tava lá no hospital, o Marcelo virou pro Pet e falou… ‘eu falei pra vocês não mexer com aquela mulher’, olha só o que deu, você entendeu…”
Em outro momento das gravações, o homem entrevistado pela reportagem diz que a suposta amante do Da Leste teria tentado avisar que o crime aconteceria naquela noite: “No dia em que aconteceu o homicídio do Da Leste, a menina ligou no celular dele para avisar só que ele achou que era brincadeira”.
A reportagem tentou por diversas vezes falar com os familiares de Daleste por meio de  telefones celulares e de recados em redes sociais, mas não obteve retorno.

MILAGRE ACONTECEU EM CALDAS NOVAS - GOIÁS

O grave acidente com duas vítimas fatais aconteceu na tarde de ontem, sexta feira 26 de agosto na GO 139, KM 83 na curva da morte, próximo Grupinho sentido a Piracanjuba.
O veículo Astra de cor prata placa NFK 5270 de Goiânia colidiu com uma árvore as margens da GO.

O impacto foi tão violento que o carro ficou totalmente destruído, Thiago José Correia 30 anos e Tatiana Balduíno de 25 anos morreram no local da tragédia.


Um bebê filho do casal de pouco mais de 1 ano foi socorrido com vida e encaminhado ao PAI (Pronto Atendimento Infantil ) onde recebe cuidados médicos.
Ainda não se sabe o que teria provocado o grave acidente. A polícia investigo o caso.
Fonte: O Popular