domingo, 28 de junho de 2015

Senhor Secretário Municipal de Saúde:, Responda se souber:

Gostaria de fazer uma pergunta para aquele que estão dizendo que é o novo Secretário de Saúde Municipal da Cidade de Caldas Novas ou para qualquer um que trabalhe na rede publica de saúde desse nosso Brasil.
Respondam a seguinte questão:
Uma pessoa é educadora física, o qual o salário é de R$ 1.200,00. Porém de alguma maneira ela é lançada por uma prefeitura na folha de pagamento como coordenadora de Agente Comunitárias de Saúde, no qual o salário é de R$ 2.000,00. 
Essa atitude é correta?
O que deve fazer um Conselho Municipal de Saúde sobre essa questão?
É legal? É justo?

Homem mata sobrinho a pauladas em Codó.

 

Na manhã de ontem (27/06), por volta das 04h50, foi assassinado a pauladas o rapaz Alan Flavio Sousa Silva de 35 anos foi morto pelo próprio tio, o senhor José Raimundo Sousa Carvalho de 50 anos.
O ocorrido se deu na Rua Santana nº 1780 bairro São Francisco, o autor e a Vitima estavam bebendo horas antes do Crime.

José Raimundo usou uma ripa para matar o sobrinho com uma batida Violenta no pescoço enquanto Alan dormia, logo após o crime ele fugiu e a policia está a sua procura.
A mãe da Vitima é irmã do autor. A senhora Terezinha de Jesus Sousa de 56 anos, ela relatou que ouviu um forte barulho vindo do quarto de seu Filho, logo após viu José Raimundo já saindo e dizendo para a mesma abrir a porta, pois ele tinha compromisso. E então o acusado saiu na bicicleta da Vitima dizendo que ia embora. A mãe então foi ate o quarto de seu filho o viu deitado, o chamou por varias vezes, mais ele não acordava, após tocar nele percebeu que seu filho estava sem Vida, então acionou a Policia.

ATENTADO A BLOGUEIRO OBTÉM ATENÇÃO DO ESTADO.

Já recebeu alta do Hospital da Restauração o blogueiro pernambucano Edmilson Soares de Oliveira, de 37 anos, vítima na noite do último dia 17 de junho de um atentado à bala, quando se encontrava na porta de sua residência na cidade de Barreiros, Mata Sul do Estado. O blogueiro Ed Soares, como é conhecido, veicula matérias que refletem um trabalho de fiscalização do poder público, denunciando precariedades nos serviços públicos ofertados à população e fazendo críticas constantes às ações da gestão local.
Diretores da Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco (AblogPE) estiveram reunidos com representantes do Governo do Estado para solicitar empenho da Polícia Civil na elucidação desde atentado. O Secretário de Imprensa, Ênnio Benning (centro na foto), assegurou que o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Defesa Social, cobrou empenho na investigação e tem acompanhado com atenção este caso.

As publicações de Ed Soares em seu blog já haviam causado reações como perseguição, campanhas para desqualificá-lo e ameaças pela Internet. Uma postagem datada do final de março deste ano contém um relato de Ed sobre ligações telefônicas e mensagens SMS anônimas que perturbavam a ele e à sua família. O blogueiro, porém, não teria cedido ao clima ameaçador e continuou atuante. 

Recentemente, seu blog divulgava a falta de transporte escolar para crianças da zona rural de Barreiros, ao tempo em que questionava um leilão de automóveis pertencentes à prefeitura e chamava atenção para a crescente contratação de serviços de locação de carros pela administração municipal.

Flávio Sorolla, titular da Delegacia de Barreiros, em contato por telefone, declarou à Associação dos Blogueiros que o Inquérito Policial foi aberto sob o número 109/2015 e tem sido encarado como tentativa de homicídio. “As investigações estão correndo e vamos colher os depoimentos da vítima e da esposa dentro dos 30 dias previstos para apuração. O caso tem sido tratado como prioridade, apesar de nossa grande demanda aqui”, declarou o Delegado.

Relembrando o fato: 
O blogueiro pernambucano Ed Soares foi vítima, na noite desta quarta-feira, de um atentado, quando se encontrava na porta de sua residência na cidade de Barreiros, Mata Sul do Estado.



A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 21:15hs quando elementos em uma motocicleta abordaram Ed Soares desferindo três disparos contra o blogueiro tendo um atingido um vaso sanguínio femural.


Ed Soares foi socorrido e levado às pressas para o Hospital Dom Helder no Cabo de Santo Agostinho, onte está internado.
O blogueiro é editor de um dos blogs mais acessados e combativos do interior do Estado e que tem se notabilizado por suas postagens corajosas contendo denúncias contra a gestão do prefeito de Barreiros, Carlinhos da Pedreira, do PSB, aliado político do governador Paulo Câmara e do prefeito do Recife, Geraldo Júlio.



Até o momento a polícia não divulgou a linha de investigação ou se já tem suspeitos para o caso, mas estamos de olho e cobraremos rigor na apuração de mais esse crime de pistolagem que assombra nosso Estado.

Em depoimento exclusivo à diretoria da Associação dos Blogueiros de Pernambuco, o blogueiroEd Soares, que foi vítima de pistolagem no quarta-feita passada (17), confirmou o que todos já suspeitávamos: que o atentado contra sua vida teve, se fato, motivações políticas. Provavelmente seja isso que esteja causando o inexplicável silêncio da mídia local, especialmente dos jornais impressos, que vivem dos patrocínios dos poderosos de plantão. Não se concebe que um crime dessa natureza e ainda cometido contra um comunicador que detém um espaço na Blogosfera dedicado a denunciar desmandos de políticos locais sequer uma linha da imprensa tradicional, acostumada a gastar primeiras páginas com todo tipo de sensacionalismo barato.



Ouçam na íntegra o depoimento de Ed Soares sobre o atentado de que foi vítima:

'Ligue para que possa pagar reparo', diz bilhete deixado após batida na PB

A atitude de um estudante de direito de João Pessoa deixou surpreso o empresário Brunno Baracuhy e chamou a atenção dos amigos do empresário nas redes sociais. Depois de bater no carro de Brunno, que estava estacionado, o estudante deixou um bilhete com o telefone dele e indicando que iria realizar o reparo dos danos.
O estudante Victor Pereira mora no bairro Aeroclube e contou que a colisão aconteceu quando ele saía da garagem do prédio. “Estava saindo com o carro de minha mãe. Por um segundo, fui sair, não notei o carro dele estacionado e só ouvi o barulho da colisão. Acabou arranhando a lateral da parte da frente do carro. Na mesma hora parei, liguei o pisca alerta e esperei o dono aparecer”, disse.
Victor explicou que aguardou um tempo, mas que não podia esperar. Foi então que teve a ideia de deixar um bilhete para que o dono do carro pudesse entrar em contato. “Deu um nervosismo na hora, mas depois pensei: é uma situação chata você chegar e encontrar seu carro danificado. Pensei que se fosse comigo eu queria saber quem era a pessoa para arcar com o prejuízo. Foi então que resolvi escrever o bilhete”, comentou.
O papel foi deixado no para-brisa do veículo. No texto, Victor explicou onde morava e também se desculpou. “Boa tarde. Meu número é ******. Sou morador do apt 101 do ****** (prédio cinza), me desculpe. Ligue para que eu possa pagar o reparo. Abraços”, diz o bilhete.
Para o proprietário do veículo, o caso foi inusitado. “Foi uma atitude surpreendente. Por coincidência descobri que minha noiva brincava na casa dele na infância, eram vizinhos e a mãe dele malhava na mesma academia que nós. São pessoas de uma família muito honesta e que segue bons princípios. Apesar do aborrecimento, fiquei até menos chateado em saber que existem pessoas boas e honestas no mundo”, disse Brunno.
O incidente aconteceu na noite do dia 18, uma quinta-feira. No dia seguinte, Brunno telefonou para Victor e os dois foram até uma oficina para fazer os orçamentos. “Acabou que, como eu estava dirigindo o carro de minha mãe, o seguro cobre os danos feitos por terceiros. Vai cobrir tanto o prejuízo dele quanto o nosso”, disse o estudante. Segundo o empresário dono do carro, no sábado (27) o veículo passou por uma vistoria da seguradora e no mesmo dia foi  consertado.
Fonte G1

UMA MEDALHA PARA CADA BANDIDO MANDADO PARA O INFERNO


O governador do Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB) elogiou, na última semana, o sargento da Polícia Militar, Evanildo Gomes, que reagiu a um assalto a uma Lotérica e matou os dois assaltantes em Campo Grande. “Vou dar uma medalha para cada bandido que ele mandou para o inferno”, afirmou, durante a solenidade de formação de novos sargentos da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul.
Ele parabenizou o trabalho do sargento Gomes. “Ele mostrou eficiência e que a PM tem um ótimo treinamento”, ressaltou Puccinelli. Ele disse que a ação de Gomes foi em legítima defesa. “Foi (um ato) em proteção da sua vida e da vida de terceiros que estavam no local”, contou. No momento da troca de tiros, sete clientes estavam na fila.
O sargento Gomes estava na Lotérica quando dois assaltantes chegaram e anunciaram o assalto. Eles começaram a agredir um funcionário da lotérica e estavam armados com pistola 9 mm e um revólver 38.
O policial estava a paisana e aguardou o momento certo para reagir. Ele escondeu o revólver calibre 38 no capacete. “Foi uma ação de cinco a 10 segundos”, contou Gomes, em entrevista ao Campo Grande News ontem. Ele atirou e matou os dois ladrões, Helton Esquiver da Cunha, 19 anos, e William Mercado Nunes, 24 anos.

sábado, 27 de junho de 2015

IRÃ - GUARDA REVOLUCIONÁRIA COMO ALVO ATIVISTAS DA INTERNET



Repórteres Sem Fronteiras reitera a sua condenação da perseguição do regime iraniano de jornalistas e blogueiros depois de uma onda de detenções de utilizadores da Internet nos últimos dias como resultado do monitoramento Guarda Revolucionária de redes sociais on-line.
Em 8 de junho, porta-voz do sistema judicial Golamhossien Mohsseni Ejehi anunciou a detenção de "várias pessoas" para a atividade de rede social considerado como "ações contra a segurança nacional".
As vítimas da mais recente Guarda Revolucionária orquestrada round-up incluem Mahmud Moussavifar e Shayan Akbarpour , dois ativistas da Internet que dirigiam a página Rahian Facebook e um blog chamado Rahi , que atualmente não pode ser acessado
Depois de homens à paisana os prenderam em sua casa Teerã em 31 de Maio, as suas famílias relatou-lhes falta, porque eles ainda não sabem por que eles foram presos ou onde elas foram tiradas.
Dois anos de Presidente Hassan Rohani
Nos dois anos desde que o conservador moderado Hassan Rohani foi empossado como presidente em junho de 2013, cerca de 100 ativistas da Internet foram presos e dada longas penas de prisão, na maioria dos casos em informações fornecidas pela Guarda Revolucionária.
Esta perseguição de provedores de notícias e de informação é apenas a continuação da repressão sem precedentes, que começou imediatamente após a reeleição contestada do presidente Mahmoud Ahmadinejad em junho de 2009, quando pelo menos 300 jornalistas e ativistas da Internet foram presos arbitrariamente, torturados e condenados a longas penas de prisão.
Mas essa perseguição é também uma arma na luta pelo poder travada entre as várias facções do governo, uma arma usada para manter a pressão constante sobre o presidente Rouhani, que foi eleito graças ao apoio dos progressistas e que, durante sua campanha, prometeu o "release de todos os prisioneiros políticos "e mais" discurso livre ea liberdade de imprensa. "
Vários jornalistas e ativistas da Internet que foram condenados em 2009 e 2010 pelos tribunais revolucionários fraudulentas já foram libertados quando terminar as suas frases, mas muitos outros ainda estão na prisão, onde muitas vezes são submetidos a condições terríveis.
Eles incluem Disse Razavi Faghih, Saraj Mirdamadi, Masoud Bastani, Reza Entesari, disse Madani, disse Matinpour e Alireza Rajai . Infelizmente não houve nenhuma melhoria no tratamento desumano reservado aos prisioneiros de consciência no Irão, especialmente na prisão de Evin, em Teerã e em Raja'i Shahr prisão.
Além disso, os jornalistas já não são capazes de trabalhar depois de completar suas penas de prisão, independentemente de suas sentenças incluiu um pós-lançamento "proibição de exercer a profissão de jornalista".
Muitos executivos de jornais e editores são dadas instruções claras para não contratá-los.De uma forma ou de outra, o regime impede a maioria dos jornalistas independentes de trabalhar. Dois jornalistas foram recentemente demitido de um meio de comunicação por um dos associados do presidente Rouhani apenas porque tinha sido preso.

Foram ao velório do parente, na volta filha e mãe morreram em acidente

Sirlene de Carvalho e Silva, de 49 anos, e a mãe dela, Narcy Borges de Carvalho e Silva, de 70 anos, morreram em um acidente na sexta-feira (26) na BR-459, entre Pouso Alegre (MG) e Cachoeira de Minas (MG), quando voltavam de um velório de um parente.
Segundo testemunhas, o carro em que elas estavam atravessou a pista e foi atingido por um caminhão com placas de São Sebastião da Bela Vista (MG), que seguia para Santa Rita do Sapucaí (MG). O motorista não ficou ferido.
As duas voltavam do velório do pai de Sirlene, esposo de Narcy. O carro em que elas estavam chegou a ser arrastado pela rodovia com a colisão.

Tragédia em Piracanjuba - GO

Relatos  indicam que eles  brigaram e no auge das emoções o Rapaz que ainda não foi identificado pegou a moto e bateu violentamente contra um muro, impacto foi tão grande que ele se abriu deixando esse enorme Buraco. Resgatado encaminhado para o hospital o homem veio a falecer e ela esta em estado grave.
Fonte: www.palmelonews



Condenado homem que atacou vizinho com um facão

A juíza Placidina Pires (foto), da 10ª Vara Criminal de Goiânia, condenou João Antônio Leite Borges a dois anos e dois meses de reclusão, em regime aberto, por ter causado lesões graves contra Joel Francisco Marques, utilizando um facão, em briga por vaga de estacionamento. Ele também terá que reparar o dano experimentado pela vítima, no valor de R$ 6 mil, em razão das despesas com medicamentos e procedimentos hospitalares.
A defesa técnica pediu a absolvição do acusado alegando que agiu em legítima defesa, aduzindo ainda, escassez de provas. Alternadamente, pediu a desclassificação do delito, para lesão corporal de natureza leve. O Promotor de Justiça requereu a condenação de João Antônio nos exatos termos da exordial acusatória, prática tipificada no artigo 129, parágrafo 1º, inciso I, do Código Penal Brasileiro: “Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem se resulta em incapacidade para as ocupações habituais, por mais de 30 dias”.
Materialidade e Autoria Delitiva
A juíza verificou que a materialidade do delito se encontrou satisfatoriamente provada por meio do inquérito policial, do laudo de exame de corpo de delito, do laudo de exame de corpo de delito complementar, do relato da vítima e dos depoimentos testemunhais. Além disso, a autoria do delito restou comprovada através dos documentos apresentados, apontando João Antônio como autor da infração penal.
Ao ser ouvido na fase policial, João Antônio confessou espontaneamente ter agredido Joel. Já na fase judicial, negou a prática, alegando que a vítima se machucou sozinha ao cair com as mãos para trás em uma escada existente no local. Disse que ele já se encontrava ferido quando a discussão aconteceu, relatando que não o atacou com um facão, e que o objeto que tinha em mãos era um separador de jeans, que não é cortante. Contudo, Joel narrou, com riqueza de detalhes, a forma como réu o atacou, relato sustentado pelos depoimentos testemunhais.
Ademais, o próprio depoimento da mulher do acusado, apesar de também ter dito que Joel se machucou sozinho, confirmou que o marido pegou um facão no carro e foi para cima da vítima. A magistrada destacou que os laudos de exames periciais de corpo de delito confirmam que as lesões sofridas por Joel não são compatíveis com uma queda, desconstituindo a assertiva do acusado de que a vítima se machucou sozinha.
Quanto à alegação de que João agiu em legitima defesa, a magistrada explicou que, para o reconhecimento da legítima defesa, o agente deve utilizar moderadamente os meios necessários para repelir injusta agressão. “No caso em tela, não vislumbro nenhuma situação de risco para o acusado que justificasse a sua conduta agressiva”, afirmou, “embora a vítima tenha afirmado que jogou uma bicicleta na direção do acusado, iniciando a discussão, não era necessário que o imputado a agredisse com um facão, e ainda que desferisse vários golpes sequenciais no seu antebraço e em suas costas, situação configuradora de excesso de violência, que descaracteriza a excludente de legítima defesa”, completou.
Placidina rejeitou, também, o pedido de desclassificação do delito de lesão corporal grave para lesão corporal leve, uma vez que Joel teve que ser submetido a procedimento cirúrgico para a implantação de 6 pinos, e que os ferimentos resultaram em incapacitação para as ocupações habituais por mais de 30 dias. A juíza também afirmou não ser possível a substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos, devido a vedação estabelecida pelo artigo 44 do Código Penal, em razão de a infração penal ter sido praticada mediante violência a pessoa.
O Caso
No dia 11 de julho de 2005, por volta das 19:30 horas, João Antônio Leite Borges chegou em casa e interfonou para Joel Francisco Marques, pedindo para que ele manobrasse o carro na garagem, a fim de que pudesse estacionar o seu. A vítima desceu ao estacionamento e se iniciou uma discussão entre os dois.
Durante a confusão, Joel pegou uma bicicleta e a jogou em cima de Joel, que se dirigiu até seu carro e pegou um facão. Ele aproximou-se da vítima e deu um golpe nas costas e vários golpes sequenciais no antebraço direito, que levaram à fratura do membro em vários pedaços. Veja decisão. (Texto: Gustavo Paiva – estagiário do Centro de Comunicação Social do TJGO)

Um cenário virtual feito de computadores e armas mortais em forma de vírus.

No "Conexão Repórter" deste domingo, "A Guerra do Milênio". Roberto Cabrini desvenda os bastidores de uma disputa virtual com consequências devastadoras na vida real.
Todos os dias, milhares de pessoas no Brasil e no mundo são ilegalmente espionadas em suas casas, empresas e até mesmo em sedes do poder público. A internet que todo mundo vê e seu lado obscuro.
De um lado, os chamados "detetives virtuais", que invadem sistemas para apontar suas falhas e solucioná-las.
De outro, os "fora da lei" do meio eletrônico. 
Audaciosos, eles usam o conhecimento para bisbilhotar a vida alheia, roubar informações, cometer crimes, promover a desordem mundial.

Uma batalha entre mocinhos e bandidos no mundo cibernético, sem trégua.
A vigilância é constante, 24 horas por dia, sete dias por semana, dentro e fora da rede.
Você vai ver como é fácil acessar dados confidenciais de um computador que deveria ser apenas "sucata". E os dispositivos que ajudam bandidos a "hackear" caixas eletrônicos.
O homem e a máquina: quais os limites dessa relação?
E mais: No universo que se aproxima, com as suas luzes e cores do desconhecido, hackers humanos podem ser substituídos por ameaças ainda maiores, a Inteligência Artificial.
A conspiração das máquinas, criaturas se rebelando contra seus criadores. A ficção virando realidade.
É o que você vai ver no documentário "A Guerra do Milênio", logo após o "Programa Silvio Santos", no SBT.