sexta-feira, 29 de maio de 2015

NO AMOR E NO CRIME: CASAL É PRESO NO PARANÁ


Um casal foi preso pela prática de furto de veículos, som automotivo, rodas etc.
Na área central de São José dos Pinhais.
Indivíduo identificado como Roni da Silva, que já é bem conhecido das equipes policiais, pois já foi preso outra vez pelo mesmo artigo.
Diante dos fatos os mesmos foram encaminhados a DP, pela prática de furto e procedimentos cabiveis.



Fonte-Reprodução Whatsapp.

EQUIPE DA PM DE TIJUCAS DO SUL, NO PARANÁ, LOCALIZARAM 100 KG DE DROGA


Equipe da RPA 17' BPM de Tijucas do Sul, em patrulhamento vizualizaram um veículo em atitude suspeita ao verem a equipe os mesmo demonstravam nervosismo, a equipe também desconfiou dos mesmos dando então voz de abordagem para o veículo encostar, e na parada e revista veicular os policiais foram surpreendidos com 100 Kg de tabletes análogo a Maconha, indagado o destino da droga os mesmos informaram que a droga iria abastecer a grande curitiba e o litoral.
Diante dos fatos equipe de tijucas do sul deu voz de prisão encaminhando os mesmo a DP, pros procedimentos cabiveis. 
Fonte-PM/Reprodução Whatsapp.

Bandidos armados de pistola e revolver fazem assaltos, invade casa de policial e faz criança de cinco anos de refém

Dois assaltantes foram presos na noite de quinta feira após fazerem vários assaltos, invadir casa de Policial Militar e manter criança de refém, os dois assaltantes estavam armados de pistola e revolver, Marcio Moraes dos Santos, 28 anos, mais conhecido por Marcinho era quem portava a pistola 765 municiada, Matheus Santiago Silva, 19 anos, portava um revolver calibre 38.
Os dois entraram numa residencia na Rua Rafael de Almeida, Parque do Buriti, onde roubaram celulares e joias, policias da Força Tatica e Radio Patrulha chegaram logo ao local, Matheus conseguiu fugir e entrar em outra residencia, onde pegou uma criança de cinco anos que estava dormindo e ficou com a criança nos braços impedindo que os policiais entrassem na residencia.

Os policiais entrara na residencia que tinha sido assaltada e encontraram Marcinho escondido dentro do guarda roupa, Matheus em seguida colocou a criança no quarto e fugiu pelos fundos, vindo sair em outra rua onde tomou uma moto de assalto, quando estava fugindo foi seguido pelos policias, tendo que efetuar uns disparo para alto, com isto conseguiu prender Matheus.

Os dois foram apresentados no Plantão Central, com eles alem das armas os policiais encontraram joias, celulares e duas peças de roupas, os dois foram atuados em flagrante.  fonte:  blog noticia da foto. 

terça-feira, 26 de maio de 2015

CABO JULIO É ASSALTADO, BANDIDOS COLOCARAM ARMA NA CABEÇA DO PARLAMENTAR

O Deputado CABO JULIO foi assaltado ontem por volta de 17hs na BR 040 próximo ao Jardim Canadá quando chegava em Belo Horizonte vindo do Rio de Janeiro.
"Eu parei na beira da BR quase chegando em BH para trocar a fralda do GUGU. Ao levantar a porta detrás do carro três elementos me abordaram com a arma na minha cabeça. Eu fiquei louco, pois minha esposa e meu filho estavam no banco do carro. Enquanto os dois primeiros entraram no banco da frente do meu carro o terceiro me obrigou a entrar com a esposa e o filho no carro deles. Eu vi a morte quando o que entrou no lado do motorista saiu do carro em minha direção, pois a minha arma estava ao lado da porta bem a amostra. Eu imaginei que ele tinha voltado para me matar. Eu disse: Moço, em nome de Jesus, pode levar tudo, mas deixa minha família. Ele deu um passo para fora do carro e retornou ao assento. O terceiro então nos sentou no carro roubado que eles estavam e entrou correndo no meu carro e fugiram. Nasci de novo".
O carro é um Santa Fé preto, placa OPK 3530 com um adesivo bem grande na traseira escrito SHALOM. 
Foi levado tambem a carteira de Delegada da Polícia Civil da esposa do Deputado, alem da arma e telefones celulares.

Carreta é roubada, bloqueada pelo rastreador próximo a três favelas e acaba metralhada: três mortos e quatro feridos Um caminhão carregado de bebidas foi roubado no início da tarde desta segunda-feira, na Avenida Brasil, na altura de Fazenda Botafogo. Os bandidos obrigaram o motorista a pegar a direção de Costa Barros, na Zona Norte do Rio. Quando a carreta passava pela Estrada João Paulo II, no entroncamento com a Estrada de Botafogo - entre os morros da Lagartixa, da Pedreira e Chapadão - o rastreador do veículo bloqueou o caminhão. Imediatamente, bandidos do Morro do Chapadão dispararam contra a carreta. Três mortos deram entrada na UPA de Costa Barros e quatro feridos foram para hospitais da região. Além da carreta de bebidas, da Jolivan Transportadora, outros três caminhões ficaram no meio do tiroteio - dois da Comlurb e uma betoneira da Diomensional Engenharia, cujo motorista Wellington Pimentel de Azeredo, de 42 anos, foi baleado. Levado para a UPA de Costa Barros, ele não resistiu e morreu. Outros dois mortos são Adriano Lima de Araújo e Fabrício Almeida da Silva. Os feridos ainda não foram identificados. Wellington estava há três meses na empresa. Os tiros atingiram o para-brisa do caminhão e acertaram o motorista. Ele deixa duas filhas, uma de 6 anos e outra de 14 anos. - Ele falava que tinha medo de passar por aqui, mas precisava trabalhar para sustentar a família. Acabou morrendo onde tinha medo de passar - disse a irmã de Wellington, Neiremar de Azeredo Nunes, de 44 anos.


Um caminhão carregado de bebidas foi roubado no início da tarde de segunda-feira, na Avenida Brasil, na altura de Fazenda Botafogo/RJ. Os bandidos obrigaram o motorista a pegar a direção de Costa Barros, na Zona Norte do Rio.
Quando a carreta passava pela Estrada João Paulo II, no entroncamento com a Estrada de Botafogo - entre os morros da Lagartixa, da Pedreira e Chapadão - o rastreador do veículo bloqueou o caminhão. Imediatamente, bandidos do Morro do Chapadão dispararam contra a carreta. Três mortos deram entrada na UPA de Costa Barros e quatro feridos foram para hospitais da região.
Além da carreta de bebidas, da Jolivan Transportadora, outros três caminhões ficaram no meio do tiroteio - dois da Comlurb e uma betoneira da Diomensional Engenharia, cujo motorista Wellington Pimentel de Azeredo, de 42 anos, foi baleado. Levado para a UPA de Costa Barros, ele não resistiu e morreu. Outros dois mortos são Adriano Lima de Araújo e Fabrício Almeida da Silva. Os feridos ainda não foram identificados.
Wellington estava há três meses na empresa. Os tiros atingiram o para-brisa do caminhão e acertaram o motorista. Ele deixa duas filhas, uma de 6 anos e outra de 14 anos.
- Ele falava que tinha medo de passar por aqui, mas precisava trabalhar para sustentar a família. Acabou morrendo onde tinha medo de passar - disse a irmã de Wellington, Neiremar de Azeredo Nunes, de 44 anos.
Um caminhão carregado de bebidas foi roubado no início da tarde desta segunda-feira, na Avenida Brasil, na altura de Fazenda Botafogo. Os bandidos obrigaram o motorista a pegar a direção de Costa Barros, na Zona Norte do Rio.
Quando a carreta passava pela Estrada João Paulo II, no entroncamento com a Estrada de Botafogo - entre os morros da Lagartixa, da Pedreira e Chapadão - o rastreador do veículo bloqueou o caminhão. Imediatamente, bandidos do Morro do Chapadão dispararam contra a carreta. Três mortos deram entrada na UPA de Costa Barros e quatro feridos foram para hospitais da região.
Além da carreta de bebidas, da Jolivan Transportadora, outros três caminhões ficaram no meio do tiroteio - dois da Comlurb e uma betoneira da Diomensional Engenharia, cujo motorista Wellington Pimentel de Azeredo, de 42 anos, foi baleado. Levado para a UPA de Costa Barros, ele não resistiu e morreu. Outros dois mortos são Adriano Lima de Araújo e Fabrício Almeida da Silva. Os feridos ainda não foram identificados.
Wellington estava há três meses na empresa. Os tiros atingiram o para-brisa do caminhão e acertaram o motorista. Ele deixa duas filhas, uma de 6 anos e outra de 14 anos.
- Ele falava que tinha medo de passar por aqui, mas precisava trabalhar para sustentar a família. Acabou morrendo onde tinha medo de passar - disse a irmã de Wellington, Neiremar de Azeredo Nunes, de 44 anos.

Policial militar é baleada no rosto em perseguição na Zona Oeste

Rio - Uma perseguição policial em Bangu, Zona Oeste do Rio, terminou com uma soldado ferida e dois homens presos, na madrugada desta segunda-feira.
Após desconfiarem de um carro na Estrada da Água Branca, policiais do 14º BPM (Bangu) saíram em perseguição ao veículo. Homens armados efetuaram disparos contra a viatura e a soldado Drielle Lasnor de Morais foi baleada na cabeça.
O carro acabou capotando e batendo no muro de uma igreja. Três suspeitos que estavam no interior do veículo fugiram. Após buscas na região, os policiais conseguiram prender Rafael Paiva de Oliveira, de 22 anos, e Gustavo Marques Assumpção, de 26 anos. Com eles, foram apreendidas duas pistolas calibre 45, dois carregadores, um radiotransmissor, um caderno de anotações do tráfico e munições. O terceiro suspeito não foi localizado.
De acordo com o comandante do 14º BPM (Bangu), coronel Friederick Minervini, a soldado Drielle foi socorrida e encaminhada em estado grave para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo. Nesta manhã, ela foi transferida no helicóptero da Polícia Militar para o Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo. O estado de saúde dela é considerado gravíssimo. Segundo informações, a bala atingiu o rosto de Drielle e ficou alojada na nuca. 
A Polícia Civil informou que Rafael e Gustavo irão responder por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e associação para o tráfico de drogas. O caso foi registrado na 34ª DP (Bangu).


Tornado fez pelo menos 11 mortos e vários desaparecidos no México

Um forte tornado atingiu ontem Acuña, no norte do México, provocando pelo menos 11 mortos e um número indeterminado de desaparecidos, divulgou o presidente da câmara daquela cidade, que faz fronteira com os Estados Unidos.
"Infelizmente, 11 pessoas perderam a vida", escreveu o presidente da câmara de Acuña, Lenin Pérez, na sua conta pessoal na rede social Twitter, informando ainda que cerca de 300 casas sofreram danos.
A cidade fronteiriça de Acuña conta com 136.000 habitantes.
Já em declarações a um canal de televisão local, o autarca informou que equipas de bombeiros e da proteção civil foram destacadas para a zona afetada para procurar pessoas que possam estar eventualmente presas nos escombros.
Lenin Pérez indicou também que a maioria das vítimas estava na rua no momento em que o tornado atingiu de forma inesperada aquela zona. A passagem do tornado durou alguns segundos.
O autarca mexicano lançou ainda um apelo para o envio de água, alimentos em conserva e de roupa para as vítimas.
As imagens divulgadas pela televisão mexicana mostram casas destruídas, postes de eletricidade arrancados e tombados nas ruas, bem como vários carros danificados.
Um membro da proteção civil indicou que as comunicações telefónicas com a cidade foram interrompidas.

MAJOR E DEPUTADO CRITICA ENTREVISTA DE SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO ESTADO DE GOIÁS

Muito estranha e equivocada as palavras do secretário de Segurança Pública Joaquim Mesquita em entrevista ao Jornal Hoje. O foco não são 18 mil policiais militares, mas sim 30741 efetivos até o ano de 2020, se observarmos a Lei de 2012. Já se passaram três anos e ainda estamos com um efetivo defasado. Em cinco anos o Estado irá contratar 17 mil policiais militares? Isto sem contar as vagas, que devem ser repostas. Os únicos interesses individuais em evidencia são o do governador e do próprio secretário, que não aceitam a realidade, nem tomam providências. Um novo concurso realmente deve ser feito, isto é fato. Assim, como a convocação dos aprovados no concurso 2012/13 também deve ser concretizada o mais rápido possível. Outro detalhe, a convocação dos aprovados é uma exigência de todos os goianos, ou seja, um interesse público. Chega de enrolação e improviso.

Governador de Goiás, Marconi Perillo, desde de 2013 não aplica o reajuste da porcentagem do piso nacional do magisterio


O Ministério Público de Goiás está exigindo na Justiça que o Estado de Goiás seja obrigado, em caráter liminar, a aplicar o piso salarial nacional do magistério a todos os professores do quadro permanente da educação básica da rede estadual de ensino, retroativo ao mês de janeiro. A ação civil pública foi proposta hoje (22/5) à tarde e é assinada pelo promotor Marcus Antônio Ferreira Alves, da 53ª Promotoria de Justiça de Goiânia, e pela coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Educação do MP-GO, Simone Disconsi de Sá Campos.
Conforme esclarecido na ação, inquérito civil público instaurado pela 53ª Promotoria de Justiça apurou que o Estado de Goiás, desde 2013, tem se recusado a aplicar o reajuste da porcentagem do piso nacional do magistério a partir do mês de janeiro para todos os profissionais da rede estadual de educação.
De acordo com os promotores, esta diferenciação fere o princípio da isonomia de modo flagrante. Além disso, a situação se repetiu em 2014 e, o para o ano de 2015, o Projeto de Lei nº 930/2015, iniciado com o ofício mensagem do governador Marconi Perillo, foi encaminhado à Assembleia Legislativa com o vício dos anos anteriores, em prejuízo aos ocupantes dos cargos professor P-III e P-IV, que desta vez terão direito ao reajuste somente a partir de 1º de agosto.
Isso ocorreu porque, em 2013, a concessão do reajuste salarial de 7,97% foi definida no mês de maio. Assim, para a correção do atraso, a Lei nº 11.738/2008 trouxe a aplicação retroativa a 1º de janeiro daquele ano. No entanto, somente os professores titulares dos cargos professores P-I e P-II foram considerados, sendo excluídos os titulares dos cargos professor P-III e P-IV.
Para os promotores, no entanto, “a racionalização de custos do poder público não pode ser feita às custas de sacrifício salarial de direitos legalmente previstos de trabalhadores hipossuficientes. Para tal, cortes de gastos excessivos com servidores comissionados e publicidade e propaganda, por exemplo, seriam mais justos, plausíveis e numericamente vantajosos”.
A justificativa da administração estadual para a concessão do reajuste somente no mês de agosto “resulta de um rigoroso estudo técnico e de planejamento, de forma a permitir que o Estado de Goiás mantenha sua política de racionalização dos custos da máquina pública, que se tornou visível pela implantação da reforma administrativa”.
No mérito da ação, é requerido que o Estado seja condenado a garantir a aplicação, nos anos seguintes e em caráter permanente, de maneira irrestrita e isonômica a atualização do piso salarial nacional, a partir de janeiro de cada ano, a todos os profissionais do quadro permanente do magistério público estadual, sem qualquer distinção de níveis. 

Fonte e Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

Mulher é alveja na boca com disparo de arma de fogo

Cabo Santos e Cabo Azevedo. 
O serviço de emergência do 3º BPM, recebeu através do telefone 190, a informação de que uma senhora teria dado entrada no pronto socorro do Hospital Regional Tibério Nunes, com um disparo de arma de fogo na região da boca. Foi acionada a viatura composta pelos Cabos Santos e Azevedo e ao chegarem naquela instituição, constataram a veracidade do fato sendo que foi registrado na vizinha cidade de Barão de Grajaú, no Maranhão, tendo como vítima a senhora Maria Meirinalda Rodrigues da Silva, irmã do Cabo Rodrigues da Polícia Militar de Floriano.

A polícia constatou ainda que tudo aconteceu por volta das 18h quando a vítima se encontrava na porta de sua residência, momento em que dois elementos em uma moto CG de cor preta, placa não identificada, portando arma de fogo, sendo um deles moreno claro trajando camisa preta e sobre o outro não foi colhida nehuma informação. Os dois elementos anunciaram o assalto pedindo que Meirinalda passasse o telefone celular e a vítima se assustou fazendo com que os bandidos disparassem um tiro em sua boca.

A Polícia Militar da cidade de Barão de Grajaú também esteve no Hospital Regional Tibério Nunes para colher informações acerca do crime que será apurado pela Polícia Civil daquela cidade.
Em conversa com o irmão da vítima na porta do centro cirúrgico, nossa reportagem foi informada de que, apesar do disparo, ela permaneceu consciente todo o tempo, inclusive foi levada para o hospital em uma moto pilotada pelo próprio irmão.