sexta-feira, 18 de abril de 2014

AONDE MARCONI PERILLO VAI, O POVO PROTESTA E SEUS CAPANGA ENTRAM EM AÇÃO

Estudantes da UEG protestam contra governador Marconi Perillo. Assessores tomam faixas de universitários
Nem tudo foi flores na visita e campanha antecipada do governador de Goiás, Marconi Perillo, a Campos Belos, nordeste do estado, a 600 km de Goiânia.
Um grupo de alunos da Universidade Estadual de Goiás (UEG), munidos de cartazes, apitos e gritos de ordem foram ao local protestar contar a péssima situação física do campus da universidade no município.
Em uma das faixas, os alunos disseram que a UEG pede socorro. Em outra, solicitam urgentemente transporte escolar para aqueles que moram fora da sede do município.
Mas a truculência por parte de membros da comitiva não deixou que o protesto pacífico e verdadeiro prosseguisse em paz.
Na foto, o flagrante de um dos assessores do governador tomando uma faixa dos estudantes.

DENARC APREENDE MAIS DE 1000Kg DE DROGA





Após sete meses de investigações, Policiais Civis da Delegacia Estadual de repressão a Narcóticos ( DENARC), prenderam os Leonardo Ramos dos Passos, o Loirinho, 22 anos, e Marcos Teles Correia, o Gordinho, de 20 anos. Eles transportavam meia tonelada de maconha, que vinha do Paraguai, em um veículo Fiat Strada, cor branca, roubado em Goiânia 10 dias. Essa foi a segunda etapa das investigações que resultaram, em um primeiro momento, na apreensão de 700 kg da droga com outros membros quatro membros do mesmo grupo de traficantes.
A ação foi cinematográfica e rendeu até um gesto de grandeza e coragem do Delegado Odair José Soares, Titular da DENARC, e do Agente de Polícia Wilson, ao saltarem em um rio para salvar a vida do traficante Leonardo Ramos. Durante o percurso, Leonardo e Marcos decidiram mudar a rota inicialmente traçada para fugir das barreiras policiais. Só que no meio do caminho o primeiro imprevisto: Os veículos Astra e Corsa utilizados no transporte da droga quebraram os dois tiveram que esconder a droga em um matagal às margens da BR-364, nas proximidades da cidade de Iturama, em Minas Gerais.
Monitorados o tempo todo pelos Policiais Civis, os dois traficantes retornaram a Goiânia, onde pegaram um Fiat Strada e também um Fiat Siena, ambos roubados, para resgatar a droga que ficou no meio do caminho. O resgate aconteceu na madrugada do último dia 14. Na viagem para Goiânia, mais um imprevisto: passando por Campina Verde, outra cidade mineira, os traficantes se depararam com uma blitz da Polícia Militar e empreenderam fuga. Os Policiais Civis, que vinham monitorando os traficantes durante todo o tempo, saíram no encalço dos mesmos.
Durante a perseguição e troca de tiros, o veiculo Siena, ocupado por dois elementos, bateu na lateral de uma ponte e caiu dentro do Rio Verde. Leonardo Ramos dos Passos, 22 anos, ficou preso nas ferragens. Ele morreria afogado não fosse a ação corajosa e humana do Delegado de Polícia Odair José Soares e do Agente Wilson. O veículo estava sendo levado pela correnteza e, aos gritos de desespero, o traficante, apenas com a cabeça de fora, pedia por socorro quando. Foi aí que Odair e Wilson saltaram no rio pra salvá-lo. Os dois policiais amarraram o Siena e mantiveram o traficante com a cabeça fora da água até a chegada do Corpo de Bombeiros da cidade mineira de Frutal. O segundo elemento que estava no carro, mesmo ferido, conseguiu fugir.
Ainda em fuga e perseguida por outra equipe de Policiais Civis, a Strada, carregada com a meia tonelada de maconha, capotou  cerca de 8 km depois da ponte do Rio Verde, na BR-364, já no município de Itapagipe, também em Minas Gerais. A droga ficou espalhada pelo asfalto e Marcos Tales Correia, 20 anos, acabou preso.
Ricardo Castelo Branco, de 18 anos, outro integrante do grupo, foi responsável pelo resgate dos veículos Astra e Corsa que estavam estragados e parados na rodovia. Ele saiu de Goiânia em um Caminhão Guincho, resgatou os veículos e no momento em que passava por Itumbiara, já em Goiás, foi preso pelos Policiais Civis.
O Delegado de Polícia Eduardo Prado, Adjunto da DENARC e responsável pelas investigações, lembra que durante toda a operação, dividida em dois momentos,  foram apreendidos nove veículos roubados, 1,2 toneladas de maconha e oito traficantes foram presos, sendo seis em Goiânia e dois em Minas Gerais. As investigações contaram com a participação de 30 policiais, 20 deles da DENARC de Goiás.
Eduardo Prado agradece o apoio efetivo do Delegado Odair Soares, responsável por chefiar toda a parte operacional e que esteve em campo por mais de 10 dias com os Policiais Civis. Agradece também todos os policiais da DENARC e dos Grupos Especiais de Repressão a Narcóticos (GENARCs), de Jataí e Itumbiara, nas pessoas dos seus Delegados e Coordenadores, Marcos Guerini e Rilmo Braga, respectivamente.  Agradece também os Delegados Titulares das Delegacias Regionais de Jataí, André Fernandes, e de Itumbiara, Ricardo Chueire,  e ao Superintendente da Polícia Judiciária, Delegado Deusny Filho, pelo apoio que deram à operação.

LADRÕES SÃO PRESOS E NA DELEGACIA FAZEM POSES PARA FOTOS

Policiais militares dos setores Centro e Santa Cruz prenderam nesta madrugada (18) dois jovens por furto qualificado. Eles arrombaram um trailer de lanches localizado na Rua da Lapa e furtaram vinte e cinco latinhas de cerveja e refrigerante, além de um liquidificador.
Denúncias via 190 levaram os policiais até a casa onde estava a dupla, na Edson de Oliveira, na Região do Lago III, que fica a poucos metros do local do furto.
Jonathan Vieira da Cruz, de 21 anos, conhecido pelo apelido 'ferpa', acumula várias passagens pela polícia, como tráfico de drogas, formação de quadrilha, furto qualificado, ameaça e em seis oportunidades, como usuário de entorpecentes.
O parceiro dele, Daniel Camilo Lenzer de Oliveira Reis, 20 anos, apelidado de 'bundinha do Maria Luiza' até então não possuía passagens.
Eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.




FEIJÃO DEIXA FLAMENGO E VOLTA AO BAHIA


O xodó está de volta ao Fazendão. Tratado com muito carinho pela torcida do Bahia, Feijão já está de malas prontas para retornar a Salvador. Nesta quarta-feira, o volante postou nas redes sociais uma mensagem na qual confirma que não ficará no Flamengo para o restante da temporada 2014 e que em breve deve regressar ao Tricolor.

- Boa noite, galera. Venho aqui informar a minha nação que estou voltando para o meu Bahia. Agradeço ao Flamengo pela oportunidade. Mesmo jogando pouco, muitos queriam essa oportunidade, pois no currículo é ‘bagaça’. Espero que minha nação me acolha de braços abertos. Obrigado por tudo, meu Deus – escreveu o jogador.

Na manhã desta quinta-feira, o clube confirmou oficialmente o retorno do volante. Inicialmente, os sócios foram informados por meio de SMS. Depois, o Tricolor divulgou uma nota em seu site oficial.
Revelado pelas divisões de base do Bahia e promovido ao elenco profissional no ano passado, Feijão foi emprestado ao Flamengo no início deste ano em negociação que envolveu a chegada do atacante Rafinha ao Fazendão. O retorno do volante não implicará na devolução de Rafinha, que seguirá à disposição do técnico Marquinhos Santos. O Tricolor também não pagará multa e arcará apenas com os salários de Feijão, que tem contrato com o Esquadrão por mais três anos

FHC ENVOLVIDO COM VALÉRIODUTO E SE FAZ DE SANTO

Documentos reveladores e inéditos sobre a contabilidade do chamado ‘valerioduto tucano‘, que ocorreu durante a campanha de reeleição do então governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998, constam de matéria assinada pelo jornalista Leandro Fortes, na edição dessa semana da revista Carta Capital. A reportagem mostra que receberam volumosas quantias do esquema, supostamente ilegal, personalidades do mundo político e do judiciário, além de empresas de comunicação, como a Editora Abril, que edita a revista Veja.
Estão na lista o ministro Gilmar Mendes, do STF, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), os ex-senadores Artur Virgílio (PSDB-AM), Jorge Bornhausen (DEM-SC), Heráclito Fortes (DEM-PI) e Antero Paes de Barros (PSDB-MT), os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e José Agripino Maia (DEM-RN), o governador Marconi Perillo (PSDB-GO) e os ex-governadores Joaquim Roriz (PMDB) e José Roberto Arruda (ex-DEM), ambos do Distrito Federal, entre outros. Também aparecem figuras de ponta do processo de privatização dos anos FHC, como Elena Landau, Luiz Carlos Mendonça de Barros e José Pimenta da Veiga.

OPERAÇÃO LIMPEZA FOI ATE´O GOVERNO DE FHC

Homens das Forças Armadas brasileiras teriam realizado, já durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), uma nova etapa da Operação Limpeza no Araguaia, entre os Estados do Tocantins, Mato Grosso e Maranhão, que consistia na busca e extermínio de supostos adeptos da guerrilha que enfrentou os governos ditatoriais impostos ao longo de duas décadas ao país. A informação foi revelada na noite desta quarta-feira, pela advogada Nadine Borges, uma das coordenadoras da Comissão da Verdade, que investiga os abusos cometidos pelas forças de repressão mantidas durante a ditadura civil-militar instalada após o golpe de Estado de 1964.
Nadine Borges falou, na noite passada, a uma plateia na qual estavam presentes, entre outros, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) e o presidente regional da legenda, João Batista Lemos, o ex-presidente da União Nacional dos Estudantes Daniel Iliescu, representantes do Judiciário e intelectuais. Na mesa do debate que antecedeu o lançamento do livro Alma em fogo, do ex-deputado Aldo Arantes, coordenada pelo representante no Rio da Fundação Maurício Grabois, Carlos Henrique Tibiriça, estavam o ex-deputado Haroldo Lima, fundador da Ação Popular (AP), o cineasta Cacá Diegues e o advogado e ex-parlamentar Modesto da Silveira. Todos ouviram o relato de Nadine Borges.

ADVOGADA DA COMISSÃO 

REVELOU A IDADE DA ESPOSA E LEVOU UMA SURRA DA MULHER

Que as mulheres não gostam de revelar a idade pra ninguém, principalmente quando passam dos 30, isso já é até comum em nosso meio. Muitas delas veem com deselegância a exposição da idade. Mas chegar ao extremo de espancar que fez tal revelação e ainda mais o marido, bom isso, é sim, no mínimo, inusitado. Pois foi o que aconteceu em Pinheiro, cidade da Baixada Maranhense.
Na noite do último sábado (12), uma mulher que não teve a identidade revelada, bateu no esposo sem dó nem piedade das costas d rapaz. Tudo aconteceu porque o marido revelou para os vizinhos a verdadeira idade da mulher. O homem fez a revelação num encontro com amigos e a história se espalhou pela vizinhança. Em vez de 35 como era do conhecimento de todos e a agressora fazia questão de fazer com que todos acreditassem, ela, na verdade, tem 45 anos.
Ao saber da novidade que havia se espalhado entre os vizinhos, a mulher tratou de encurtar a história. Quando o marido chegou em casa levou uma surra de ripa da esposa que estava sentindo-se ofendida pela revelação que lhe deixou mais velha perante a vizinhança. O fato ocorreu no Bairro Vila Ipiranga, em Pinheiro. Mesmo sendo resguardada pela Lei Maria da Penha, a vítima não denunciou a agressora à polícia, mas as fotos dele todo marcado de taca vazaram pelas redes sociais.
Portanto, pense bem antes de revelar a idade de uma mulher e se ela for sua companheira, mais cautela ainda… Tudo para não aflorar a fúria de uma mulher que quer ser nova e de repente está mais velha e na boca dos vizinhos.

CORUMBAÍBA: DENTINHO É PRESO

Por volta de 0h30 do dia 16/04/14 (quarta-feira), policiais militares destacados em Corumbaíba estavam patrulhando as proximidades do bairro Vila Amorim quando se depararam com um indivíduo em atitude suspeita, que logo foi submetido à abordagem policial. Em seguida foram verificados os antecedentes criminais do suspeito, e foi constatado junto ao Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) um mandado de prisão em aberto em desfavor de Neusimar Amaral, vulgo Dentinho. O referido mandado de prisão é pelo crime previsto no art. 129 (lesão corporal grave). Diante do exposto, Neusimar Amaral “dentinho” foi detido e encaminhado a DP, onde ficou a disposição da Justiça para o cumprimento de sua pena.
Policiais que participaram da ocorrência.
Equipe de serviço Cb. Arles e Sd. Lino.



quarta-feira, 16 de abril de 2014

Joaquim Barbosa sob suspeita: OAB pede investigação - Eu já sabia

Joaquim Barbosa é Tucano

Não podemos cvin fiar nesses dois
O documento aprovado por todos os conselheiros federais da Ordem dos Advogados do Brasil, presidida por Marcus Vinícius Furtado Coelho, é ainda mais grave do que uma moção de repúdio a Joaquim Barbosa; a OAB, que liderou movimentos históricos, como o impeachment do ex-presidente Fernando Collor, cobra do Conselho Nacional de Justiça uma investigação sobre a conduta do presidente do Supremo Tribunal Federal; estopim da crise foi a decisão de Barbosa de substituir o juiz responsável pela execução das penas dos condenados na Ação Penal 470; saiu Ademar Vasconcelos, entrou Bruno Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB no Distrito Federal; decisão responde a uma cobrança feita, nesta tarde, no 247, pelo criminalista e ex-presidente da entidade José Roberto Batochio

Acaba de ser aprovada, por unanimidade, pela Ordem dos Advogados do Brasil, uma decisão que ainda é ainda mais grave do que uma simples moção de repúdio ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. A OAB irá cobrar do Conselho Nacional de Justiça uma investigação sobre a troca do juiz responsável pela execução das penas do chamado "mensalão".
Após pressões de Joaquim Barbosa, repudiadas por juristas e advogados, o juiz titular da Vara de Execuções Penais, Ademar Vasconcelos, foi substituído por Bruno Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB do Distrito Federal. A decisão fere direitos da magistratura e também dos réus.
A decisão causou espanto na magistratura. "Eu espero que não esteja havendo politização, porque não vamos permitir a quebra de um princípio fundamental, que é uma garantia do cidadão, do juiz natural, independentemente de quem seja o réu", afirmou João Ricardo dos Santos Costa, presidente eleito da Associação dos Magistrados do Brasil. Segundo o jurista Claudio Lembo, já existem razões objetivas para o impeachment de Joaquim Barbosa. Os juristas Dalmo de Abreu Dallari e Celso Bandeira de Mello publicaram um manifesto em que defendem uma reação do Supremo Tribunal Federal, para que a corte não se torne refém de seu presidente.
A OAB agiu em resposta a uma cobrança pública feita no início desta tarde por um ex-presidente da entidade, José Roberto Batochio, em reportagem publicada no 247.  "Se alguém pode trocar um juiz, porque acha que este será mais rigoroso com os réus, deveria também ser facultado aos réus o direito de escolher o juiz pelo qual querem ser julgados", disse Batochio.
Pela primeira vez na história, o Conselho Nacional de Justiça receberá um pedido de investigação contra um ato de seu próprio presidente, uma vez que Joaquim Barbosa, como chefe do STF, acumula também o comando do CNJ.
O Conselho Pleno da OAB aprovou por aclamação o envio pela diretoria da entidade, de ofício requerendo a análise do Conselho nacional de Justiça (CNJ), sobre a regularidade da substituição de magistrado da Vara de Execuções Criminais. A decisão do Pleno foi motivada pela recente substituição do juiz responsável pela execução das penas da AP 470.
Ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, o criminalista José Roberto Batochio cobra uma postura mais firme do atual presidente da entidade, Marcus Vinícius Furtado Coelho, em relação aos abusos cometidos pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, e faz até uma piada: "se o chefe do Poder Judiciário pode escolher um juiz fora dos parâmetros legais porque acha que ele será mais rigoroso do que o juiz natural, deveria ser dado aos réus o direito de também escolher o juiz pelo qual querem ser julgados"; Batochio aponta "heterodoxia" no caso e critica a postura da OAB; polêmica recente diz respeito à escolha feita por Barbosa do juiz Bruno Ribeiro para tocar as prisões da Ação Penal 470
 O criminalista José Roberto Batochio, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, cobra da própria OAB uma atitude mais firme diante dos desmandos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. Segundo ele, o sistema judiciário brasileiro tem dado exemplos recorrentes de "heterodoxia" na Ação Penal 470. Batochio afirma ainda que "o silêncio da OAB já foi além do razoável".
A polêmica mais recente diz respeito à determinação feita por Joaquim Barbosa para que o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Vasconcelos, que conduzia as prisões da Ação Penal 470, fosse substituído por Bruno Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB do Distrito Federal. Em relação ao caso, Batochio faz até uma piada. "Se alguém pode trocar um juiz, porque acha que este será mais rigoroso com os réus, deveria também ser facultado aos réus o direito de escolher o juiz pelo qual querem ser julgados", afirma.
A decisão, segundo Batochio, desrespeita a magistratura como um todo, uma vez que os juízes têm vários direitos assegurados, e também a defesa – uma vez que todo réu tem direito ao chamado juiz natural.
Não custa lembrar que Barbosa tentou minar a atuação de Ademar Vasconcelos antes mesmo das prisões, uma vez que, dez dias atrás, já havia mandado as ordens de prisão para Bruno Ribeiro, que estava de férias – e não para o juiz natural.

terça-feira, 15 de abril de 2014

SITUAÇÃO DA UCRÂNIA HOJE

Durante o fim de semana houve levantes nas seguintes cidades: Carcóvia, Slaviansk, Krasnyi Liman, Kramatorsk, Lugansk, Enakievo, Gorlovka, Donetsk, Khartsyzk, Ilovaisk e Mariupol. Para terem uma ideia da extensão, vejam o mapa:


O segundo grande desenvolvimento é a clara melhora na qualidade das forças que se opõem à tomada do leste da Ucrânia pelo regime golpista de Kiev. Até 6a-feira, a maioria dos manifestantes eram civis, ‘armados’ com porretes, pedras, coquetéis Molotov, etc. e, francamente, as barricadas que ergueram pareciam bem precárias. Ao longo da semana, apareceram forças mais bem equipadas, o que se pode explicar pela tomada de depósitos de armas da SBU, mas acho que há trânsito de armas entre a Crimeia e o leste da Ucrânia. Alguns crimeanos já disseram exatamente isso, abertamente. Além do mais, é muito provável que haja também voluntários vindos da Rússia, provavelmente gente com experiência militar, ajudando os locais. As barricadas parecem agora muito mais bem construídas, com quase dois metros de altura e parecem mais bem protegidas.

O regime de Kiev e os EUA acusaram a Rússia de ter agentes da Agência Militar Russa (GRU) envolvidos. Bem, não tenho dúvidas de que estão lá – e seria estupidez se não estivessem –, mas pretender que a insurreição em toda essa vasta área seja resultado de operações clandestinas do Kremlin é completa estupidez.  Embora seja razoável supor que há gente do SVR e do GRU para ajudar, eles farão o possível para manter-se distanciados vários passos, fora da cena principal, para evitar um potencial escândalo político contra a Rússia. Mas os GRU podem estar fornecendo equipamento a voluntários russos no leste da Ucrânia. Não há dúvidas de que é possível, embora essa não seja necessariamente a explicação mais provável. O fato é que ninguém sabe com certeza.

Há boatos muito consistentes de que o diretor da CIA,  John O. Brennan, esteve secretamente em Kiev e que foi ele quem disse ao regime que acabasse com a rebelião no leste. Pode ser que sim, pode ser que não.

O que é certo é que os serviços secretos da Ucrânia são comandados pela CIA já há 22 anos, e que as autoridades de Kiev jamais teriam prosseguido nesse plano, se não tivessem a aprovação do Tio Sam. Dado que a ofensiva basicamente falhou, parece que os EUA recomendaram aos aliados ucranianos que “esfriassem”, seja para tentar negociar, seja para tentar ganhar algum tempo. Seja a causa qual for, os dois, Iatseniuk e Turchinov, já prometeram um referendo para decidir o futuro da Ucrânia e atendimento de todas as “legítimas demandas” do leste.  Ninguém confia neles (Turchinov havia anunciado uma operação “antiterroristas”!), mas, mesmo assim, é ENORME o desdobramento.

Ao mesmo tempo, há repetidas notícias sobre uma ordem secreta, dada por Turchinov, para atacar no leste da Ucrânia, e de que Andrei Parubii (Maidan), Valentin Nalivaichenko  (SBU) e Vasilii Krutov (militares ucranianos) teriam formado um comando para coordenar a repressão.

Para finalizar, há muitas matérias sobre grandes colunas de unidades militares movendo-se para o leste. Incluem até artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.  Minha esperança é que estejam sendo movidas para o leste da Ucrânia para tentar deter alguma intervenção militar russa. Não estou dizendo que funcione – não funcionará –, mas espero que o plano seja esse. Não quero nem pensar na possibilidade de que esses sistemas venham a ser usados contra população civil.

Agora, no curto prazo, há basicamente três cenários:

1) Kiev desiste da ideia de usar de violência e terror para resolver esse problema, e alguma espécie de acordo será construído entre Rússia e EUA, dia 17.

2) Kiev ataca e fracassa.

3) Kiev ataca, é bem-sucedida, e a Rússia intervém.

É ainda possível salvar alguma Ucrânia unitária? Nesse ponto, eu diria que PODE ainda ser possível, mas que Kiev terá de realmente  desistir da ideia de usar de violência contra os rebeldes no leste; e os EUA terão de, finalmente, parar de cometer loucuras e aceitar negociar seriamente.

Se Kiev tentar atacar, para derrubar a rebelião pela força, nesse caso, Kiev pode dar adeus, para sempre, à Ucrânia do leste.

Permaneçam sintonizados.

Traduzido por Vila Vudu