sexta-feira, 29 de julho de 2016

Relatório preliminar do corpo de bombeiros de Caldas Novas sobre o incêndio

Texto abaixo enviado a imprensa pelo (Corpo de Bombeiros
Ocorrência de Incêndio dia 28/07/2016.
Caldas Novas - Goiás
RESUMO DOS FATOS (relatório preliminar)
DESCRIÇÃO DO INCÊNDIO: Incêndio com início na borracharia do Cláudio, dia 28/07/!16 as 20:30h, alastrando-se rapidamente para o depósito da Dick Móveis, Restaurante Sabor Legítimo e do edifício Wilson R. De Godoy.

O tempo resposta foi em torno de 4 minutos. Inicialmente realizado pelas guarnições do ABT-38 e UR- 102, que conseguiu confinar apenas no depósito da Dick Móveis.
Inicialmente foi realizado o combate direto as chamas e salvamento retirando as pessoas das edificações vizinhas. Em segundo momento pode-se resfriar as paredes das edificações limites com o depósito da loja de Móveis Dick e retirada dos materiais combustíveis da loja física de vendas Dick e da loja de colchão ao lado.
Com a chegada do reforço, em especial de dois caminhões do aeroporto e as retroescavadeiras foi possível combater de forma mais eficiente controlando as chamas e retirando o material combustível dos limites do depósito com as retroescavadeiras.
Contamos com o apoio da Policia Militar para evitar o saque dos bens das lojas atingidas, que foram colocados na própria Avenida Bento de Godoy (avenida principal da cidade).
O trabalho de combate às chamas e isolamento do incêndio terminou as 04:30h. Com isso foi isolado as edificações atingidas.
A Polícia Técnica Científica irá fazer a perícia para determinar as causas do incêndio. Será solicitado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás um laudo do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás) de todas as edificações atingidas para que sejam liberadas com segurança.
Apenas uma vítima foi levada a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) por causa do mal-estar gerado pela inalação de fumaça.
Viaturas e carros de apoio no incêndio: 31 no total
• Bombeiro Militar - 09: ABT-38, AT-13, ABT-15 (2ªCIA DO 9º BBM), ASA-25, URS-15, UR-68, UR-102, UR-103, AV-210
• Polícia Militar: 05 Viaturas comandadas pelo CAP KELVER;
• SAMU: 01 USB 
• Polícia Civil: 01 viatura;
• SMT: 01 viatura;
• CELG: 01 viatura;
• AEROPORTO: 02 caminhões de combate à incêndio (faísca 01 e 02);
• PREFEITURA (DEMAE E AÇÃO URBANA): 02 retroescavadeiras e 08 caminhões pipa (01 de 12 m3 e o restante de 10m3);
• FABRIZIO CONSTRUTORA: um caminhão de água de 6 m3

MATERIAIS:
• 08 conjuntos de proteção respiratória de última geração, com capacete Gallet e lanterna
• 08 cilindros de ar reserva.
• 25 conjunto de combate a incêndios de nomex
• EPI para todos os bombeiros
• Líquido Gerador de Espuma (1300litros)
• Demais matérias de combate como mangueiras, esguichos...

RECURSOS HUMANOS (ESTIMADO): 78 pessoas envolvidas no combate as chamas
• Corpo de Bombeiros Militar: 33 bombeiros
• Polícia Militar: 12 policiais
• SAMU: 02 SOCORRISTAS
• Polícia Civil: 01 Delegado e 02 Agentes
• SMT: 02 agentes
• CELG: 02 funcionários;
• AEROPORTO: 06 brigadistas;
• PREFEITURA (DEMAE E AÇÃO URBANA): 15 funcionários;
• FABRIZIO CONSTRUTORA: 01 motorista e um auxiliar do caminhão;
• ELUIS HENRIQUE DE JESUS: filmagem com o drone (CONTATO: 64 98402-3297)

EDIFICAÇÕES ATINGIDAS:
• Edifício Wilson R. de Godoy - alameda do contorno, qd 21, lt. 2 - b, nº 620 - parede lateral ao depósito danificado;
• Depósito da loja Dick Móveis - Alameda do Contorno - perca total e duas pick-up Stradas;
• Borracharia do Cláudio - Alameda do Contorno, nº 440 - perca total, uma pálio weekend ( mvo - 1240 cn-go), s-10 gabine dupla ( nfw - 0140 inhumas - go) e uma motocicleta ( sem placa );
• Estacionamento - Rua Major Victor - uma pick-up Strada ( jgi - 0174 cn-go), uma Hilux ( gap - 1870 cn-go) e um gol quadrado ( retirado do local);
• Residência - Rua Major Victor, nº 416; estava fechada e não teve como fazer o levantamento das perdas
• Restaurante Sabor Legítimo - Rua Major Victor, nº 404 - parede lateral esquerda, fundos, parte do teto e foram danificados. Foram utilizados os extintores
• Estabelecimento comercial anexo ao restaurante - Rua Major Victor;
• Posto de cartão telefônico - Rua Major Victor;
• Contag contabilidade - Rua Major Victor, nº 541;
• Dick móveis - Av. Bento de Godoy, nº 541 - parede, parte do teto e forro de pvc dos fundos;
• Vip colchões e acessórios - Av. Bento de Godoy - parede lateral e forro de pvc dos fundos.

VOLUME DE ÁGUA UTILIZADA NA OCORRÊNCIA: 300 m3 (300.000 LITROS).

TODAS AS IMAGENS DO INCÊNDIO NO CENTRO DE CALDAS NOVAS

Era por volta das 19:20Hrs da noite de ontem, 28 de Julho, quando os bombeiros de Caldas Novas foram acionados e comunicados sobre um incêndio no centro comercial da cidade. O fogo se alastrou rapidamente, atingindo a borracharia do Claúdio e o deposito da loja Dick Móveis, localizada entre a alameda do contorno e a Av: Coronel Bento de Godoy. 
A polícia civil, a PM e o corpo de bombeiro montaram uma força tarefa, juntos isolaram mais de 03 quarteirões e várias ruas, mo objetivo de evitar a propagação do fogo. Além da participação de populares, que voluntariamente ajudaram na retira de mercadorias de várias lojas, o DEMAE também participou, fornecendo caminhões pimbas o que ajudou para o controle do incêndio e finalmente no apagar do fogo.
Não houve nenhum vítima fatal e nenhuma pessoa saiu ferida. A borracharia e a DICK Moveis foram os empreendimentos que levaram os maiores prejuízos, bem como um prédio foi isolado pela a defesa civil para análise técnicas.
Até o momento não se tem as causas do incêndio. Os bombeiros, junto com a polícia civil farão perícia e estão investigando as causas do incêndio!
Veja as imagem:






















quinta-feira, 28 de julho de 2016

Garoto morre com tiro de “garrucha” na Zona Rural de Açailandia

Uma tragédia foi registrada na manhã da última terça-feira (26) no Assentamento Santa Clara, Distrito de Açailandia, no Maranhão.
Um garoto identificado como Rafael da Silva Sousa (09), morador do Plano da Serra morreu após ter sido atingido com um tiro de uma arma de fabricação caseira, tipo “garrucha”.
De acordo com informações repassadas ao Blog do Antonio Marcos, o garoto é filho de pais separados. Ele morava com a mãe, a Sra. Maria Helena de Sousa da Silva no povoado Plano da Serra e teria ido passar as férias com o pai, o Sr. Raimundo Nonato de Sousa, no interior onde se deu o fato.
Ainda segundo informações, Rafael da Silva brincava com a arma que seria de propriedade de seu pai, quando a mesma disparou lhe atingindo a face.
O caso serve de alerta para pessoas que tem arma de fogo em casa, não deixar ao alcance de crianças.
O corpo do garoto foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, onde foi submetido a procedimentos de praxe e liberado para família, ainda na noite de terça-feira.

QUEM VALE MAIS, DEPUTADO OU PROFESSOR?

Cada um dos nobres deputados federais custa ao erário cerca de R$ 170 mil por mês. Isto mesmo. Façamos a conta. São R$ 34 mil por mês de salário, uns R$ 90 mil para cargos em comissão e R$ 45 mil para auxílio-moradia, alimentação, aluguel de carro etc.
Em resumo: o Brasil gasta mais de R$ 1 bilhão por ano com os 513 deputados federais. E cada deputado tem ainda direito ao ressarcimento de gastos médicos e outros serviços. Há ainda despesas com carros oficiais, em número de 11, para presidente, vice, presidente do conselho de ética, ouvidor e outros.
Os senadores da República custam até mais. Somados, deputados federais e senadores consomem mais de R$ 2 bilhões por ano de nosso dinheiro. Congresso caro, não? A título de comparação, tomemos apenas (apenas?) os R$ 34 mil que os deputados federais recebem de salário. Como esses valores se comparam aos salários dos professores?
Por que os professores? Muito simples. Os professores desempenham uma função essencial ao país. Sem ensino de qualidade, nunca teremos um país justo e desenvolvido. Na maioria das capitais brasileiras, o governo paga ao professor do Ensino Médio entre R$ 2 mil e R$ 3 mil mensais. No topo da pirâmide do Ensino Superior, o professor universitário titular de instituições federais, com dedicação exclusiva, recebe entre R$ 6 mil e R$ 17 mil.
Portanto, os deputados federais recebem salário 11 a 17 vezes maior do que o de um professor do Ensino Médio e duas a seis vezes maior do que o do professor universitário no ponto máximo da carreira.
Na comparação de custos totais ao erário, ou seja, salário mais extras, individualmente, é abismal a diferença no investimento público com professores e políticos. O professor do Ensino Médio custa 56 a 85 vezes menos ao Estado do que o deputado federal. E o professor titular, no ponto máximo da carreira universitária, 10 a 28 vezes menos.
No Brasil de Temer, não há o menor sinal de corte nos privilégios da classe política. Tampouco há evidência de uma maior valorização dos professores, por mais modesta que seja. Pelo andar da carruagem, o Congresso continuará incompetente e recebendo a peso de ouro. E o professor continuará mal pago e sem o menor reconhecimento. Mas não deixará de ensinar.
Texto: Gilberto Schwartsmann

CALDAS NOVAS NÃO TEM JEITO, MAGAL VAI REELEITO

Magal sofreu nos seus 03 anos de administração e principalmente este ano, várias derrotas na justiça, bem como dezenas de denuncias, investigações e críticas; muitas reclamações e mesmo até difamação a sua administração. Boa parte dos meios de comunicações de Caldas Novas, nos últimos 06 meses pegaram pesado, além é claro, na nossa opinião, Magal se superou em incompetência administrativa, superando a se mesmo, como o pior prefeito de Caldas Novas de todos os tempos! Mas ele acordou um dia e virou o jogo a seu favor, como? Vou explicar:
Dividiu a chamada frágil oposição. Deu um chega pra lá em Magda Mofatto, a qual representava um balde de água fria em seu sonho de reeleição. Mexeu em tudo que foi partido e vai levar para se a maioria das legendas do município. O povo que vinha sendo alimentado diariamente pelo o discurso de mudança por parte da oposição viu que estavam sendo enganados. A mascará do oportunismo caiu para aquele que representava grande possibilidade a mudança: Se aliou a velhas raposas e a políticos altamente nocivos ao povo, a cidade e ao processo de mudança, ao mesmo tempo impôs sua candidatura a outros que não querem a continuação do atual prefeito e com isso se isolou em seu mundo pequeno de ser prefeito a qualquer custo. Esse pré candidato não pensou no sonho de liberdade do povo de Caldas Novas e hoje a cada minuto que passa cai sobre se a desconfiança do povo ao seu nome.
Do lado da real oposição, representada por um vereador e um empresário dos meios de comunicação, e que ainda representa uma pegada de esperança, ficou a fragilidade por conta da divisão causada por falta de dialogo e principalmente por falta de compromisso com o discurso de mudança do pré candidato marinheiro de primeira viagem e que entrou de gaiato no navio, e que só veio prejudicar o sonho de mudança do povo de Caldas Novas. A esperança restante não tem força suficiente para ganhar as eleições.
Um outro quadro  que favorece a  pré candidatura de Evandro Magal, é a saída de Magda Mofatto da base de apoio ao prefeito. Magal em nosso entendimento, se livrou de um encosto prejudicial ao seu sonho de reeleição. Rodrigo não embarcou e não embarca e o nome de Magda é de uma rejeição sem precedente na história politica de Caldas Novas. O PR também ficou fragilizado e com certeza qualquer candidatura na cabeça saindo do partido, não conseguirá abafar a candidatura do senhor prefeito.
O prefeito tem a caneta, tem o discurso populista e tem a fragilidade do discurso de mudança, que já não representa nenhuma diferença do que se encontra atualmente em Caldas Novas!
Portando é bom avisar, Magal poderá sim ser reeleito, mais vai sair fragilizado da eleição por conta da diferença eleitoral entre os seus opositores. A diferença não vai ser significativa!
Resta a quem perder a eleição se lamentar e aprender que nunca se pode querer se impor acima do desejo de mudança do povo. Quem tem vocação para o oportunismo e a imposição um dia paga caro!



Polícia Civil de Campinas apreende mais de 30 mil pontos de LSD e prende traficantes de drogas sintéticas


Policiais civis recuperam carga avaliada em R$300 mil.

Na segunda-feira (25/6), policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Roubo de Cargas (Divecar), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), prenderam cinco pessoas por receptação e associação criminosa, na Rodovia Regis Bittencourt, na região de Itapecerica Serra, São Paulo.
Os policiais investigavam roubos de veículos e cargas, e descobriram que os mesmos eram escondidos em dois postos de combustível, um em cada lado da rodovia.
Dois dos envolvidos eram motoristas das próprias empresas encarregadas de transportar os produtos. O primeiro a ser preso estava numa loja de conveniência dentro de um dos postos. Foi encontrada em seu bolso a chave de um dos caminhões e um telefone celular.
As investigações prosseguiram e levaram à localização de outro indivíduo, que acabou confessando que era o responsável pelo transporte da carga, e que planejava fazer uma falsa comunicação de crime para justificar o suposto roubo. Ele esclareceu que seu objetivo era repassar a carga aos receptadores.
Logo em seguida, os policiais localizaram o paradeiro do outro caminhão desviado e prenderam mais dois envolvidos na ação delituosa.
Todos foram presos em flagrante e responderão por receptação e associação criminosa. Os dois motoristas responderão também por furto agravado por abuso de confiança. Ao final, foram recuperados dois caminhões e dois reboques que transportavam cargas de feijão avaliadas em R$ 300 mil.

Fonte e foto:Deic - dss (c)
APCS/DGPAd.

Polícia Civil da Capital prende dois indivíduos por tráfico de drogas no Jabaquara


Polícia Civil de São Paulo apreende 265 tijolos de maconha na Capital

Na última  terça-feira (26/7), policiais civis do 26º Distrito Policial (Decap) apreenderam 265 tijolos de maconha, escondidos em um imóvel no bairro de Heliópolis, zona Sul da Capital.
Os agentes atuavam com o objetivo de coibir o tráfico de drogas na região sul de São Paulo e em durante o cumprimento de ordem de serviço receberam informações privilegiadas de que uma grande quantidade de drogas estava armazenada em um imóvel localizado na Rua São Simão, no bairro Heliópolis.
Os investigadores se dirigiram ao local alvo, de onde vinha um forte odor, característico de substância entorpecente.
Ao adentrarem no imóvel, os agentes encontraram 265 tijolos de maconha, homiziados no forro de um dos cômodos, além de anotações com a contabilidade do tráfico. A droga foi apreendida e pesa aproximadamente 260 kg.
As investigações prosseguem no sentido de identificar e prender o responsável pelas drogas.
Fonte e foto: 26ª Delegacia de Polícia (Decap)- ocn (c)
APCS/DGPAd.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Menina de 12 anos é nova vítima de estupro coletivo em Juiz de Fora MG


Uma adolescente de 12 anos pode ter sido a mais nova vítima de estupro coletivo na cidade. A delegada de Mulheres, Ângela Fellet, (na Foto), trabalha com a hipótese de a menina ter sido abusada por pelo menos cinco rapazes. Quando a história dessa vítima veio à tona, apenas uma pessoa era suspeita pelo crime. No entanto, com a gravação de um vídeo que acabou viralizando na internet – no qual ela aparece fazendo sexo oral em um rapaz -, outros jovens foram vistos ao redor dela. Todos já foram identificados pela Polícia Civil. Como os envolvidos são menores de idade, a delegada vai encaminhar para a Vara da Infância e Adolescência pedido de providências. Em junho, uma menina de 13 anos também foi vítima de estupro coletivo na Vila Olavo Costa. Treze homens, sendo dois deles adultos, foram identificados. Ela foi mantida em cárcere privado e a ação foi filmada e postada nas redes sociais.
No caso descoberto recentemente, a menina relatou à polícia que foi a uma festa no Bairro Vivendas da Serra, na Zona Nordeste da cidade, no dia 25 de junho, mesma data em que a adolescente de 13 anos foi vítima de violência sexual. Em um imóvel do bairro, ela praticou sexo oral em um jovem e afirmou que consentiu o ato. No entanto, por ter apenas 12 anos, o caso é tratado como estupro de vulnerável, que inclui adolescentes até 14 anos. Além disso, na filmagem, ela aparece cercada por mais quatro rapazes suspeitos de terem obrigado a menina a tocá-los. Por afirmar estar alcoolizada, ela não soube dizer se foi abusada por todos eles. Ainda na polícia, a menina revelou que já se relacionou sexualmente com outros garotos em ocasiões distintas.
Somente após a repercussão do vídeo na internet é que a mãe dela soube do crime e resolveu fazer a denúncia. O mesmo ocorreu com a jovem de 13 anos, cuja família reside na Vila Ideal. A mãe dela e o padrasto só descobriram que a adolescente estava em cárcere privado na Vila Olavo Costa depois de terem visto o vídeo no qual ela aparece. Nas imagens, gravadas em um imóvel abandonado do bairro, um homem tenta abrir a calça dela. Ao lado, outro rapaz aparece com o pênis sujo de esperma. A irmã da vítima reconheceu um dos autores e, só depois disso, foi possível encontrá-la. Os autores prometeram entregar a menina em até meia hora se a família não acionasse a polícia. Em 20 minutos, ela chegou em casa após mais de 12 horas em poder dos violadores.
Como havia tempo hábil, a menina estuprada na Vila Olavo Costa teve acesso a profilaxia preventiva de Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis disponibilizada pela equipe do Protocolo de Atendimento ao Risco Biológico, Ocupacional e Sexual, o Parbos, que funciona no HPS. Quanto à garota de 12 anos que foi vitimada no Bairro Vivendas da Serra, ela receberá acompanhamento do serviço.
Repercussão
Segundo a delegada de Mulheres, Ângela Fellet, os vídeos ajudaram a identificar os autores em ambos os casos. Ela ressalta, porém, que as gravações de atos criminosos passaram a circular na internet somente após o estupro coletivo ocorrido em maio, no Rio de Janeiro, quando 30 homens chegaram a ser suspeitos de violentar uma jovem e se gabaram do ato no Facebook. “Muitos pais não ficam sabendo que a filha foi vítima de estupro. No entanto, como os casos têm sido postados nas redes sociais, eles acabam descobrindo, e os crimes têm chegado ao conhecimento da polícia. Muitos que postam esses vídeos acreditam na impunidade, mas temos mostrado que, tanto a polícia quanto a Justiça, estão dando respostas eficientes contra isso. É necessário que esses episódios provoquem uma reflexão sobre as causas desse tipo de violência para que a sociedade possa atuar na prevenção.”( Fonte: Tribuna de Minas )